terça-feira, 3 de junho de 2008

verde tinto


Águas Santas - Póvoa de Lanhoso, Portugal
2008


"Parece às vezes que desperto
E me pergunto o que vivi;
Fui claro, fui real, é certo,
Mas como é que cheguei aqui?

A bebedeira às vezes dá
Uma assombrosa lucidez
Em que como outro a gente está.
Estive ébrio sem beber talvez.

E de aí, se pensar, o mundo
Não será feito só de gente
No fundo cheia de este fundo
De existir clara e ebriamente?

Entendo, como um carrossel,
Giro em meu torno sem me achar...
(Vou escrever isto num papel
Para ninguém me acreditar...)"
Fernando Pessoa

2 comments:

ruimnm 7/27/2008 4:58 da tarde  

Bem "arrolhado" o potencial de "uma assombrosa lucidez".

Parabéns, optimas fotos

anaPaipita 8/02/2008 12:51 da manhã  

Muito potencial! ;)

Obrigada!

***

Impressões

Grãos no pó

  © Blogger template 'anaPaipita' adapted from Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP