domingo, 2 de julho de 2006

be right back


Braga, Portugal
2006


"Uma casa que fosse um areal
deserto; que nem casa fosse;
só um lugar
onde o lume foi aceso, e à sua roda
se sentou a alegria; e aqueceu
as mãos; e partiu porque tinha
um destino; coisa simples
e pouca, mas destino:
crescer como árvore, resistir
ao vento, ao rigor da invernia,
e certa manhã sentir os passos
de abril
ou, quem sabe?, a floração
dos ramos, que pareciam
secos, e de novo estremecem
com o repentino canto da cotovia."
Eugénio de Andrade, O lugar da Casa

2 comments:

adriana 7/03/2006 2:42 da tarde  

hum...essa casa n m é estranha!;)mt gira a foto!sem dúvida mt jeito pa fotografia=)beijinhusss prima!

ohcaptain 7/05/2006 11:19 da tarde  

gosto! :) bom p&b!
:**

Impressões

Grãos no pó

  © Blogger template 'anaPaipita' adapted from Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP